Impresso

13 de fevereiro de 2017

Barras proteicas: as aliadas para uma alimentação saudável

Professor de Educação Física Gustavo Barquilha fala sobre uma alimentação saudável com as barrinhas proteicas no dia-a-dia.

Barras proteicas: as aliadas para uma alimentação saudável

Pratica e saudável, elas nos ajudam a ter uma alimentação melhor nas horas de correria.

Barras proteicas:
as aliadas para uma alimentação saudável

 


Toda dieta saudável deve ter uma quantidade sufi ciente de proteínas. Para esportistas , porém, a ingestão proteica
recomendada é maior do que para indivíduos sedentários. Essas proteínas podem ser provenientes da alimentação e também da suplementação.
Por sua praticidade de ingestão, o uso de suplementos vem crescendo dia a dia e um dos mais consumidos atualmente é a barra de proteínas.
As barras proteicas, geralmente, são compostas por uma proporção maior de proteínas, mas contém também carboidratos, gorduras, fi bras, vitaminas
e minerais. A proteína animal é a mais indicada para esse tipo de produto, embora algumas barras tragam também outras fontes proteicas. Entre
elas, a whey protein se destaca como uma das melhores para os esportistas.

Com relação aos carboidratos, os mais indicados são aqueles com baixo índice glicêmico, pois liberam menos insulina e, consequentemente, reduzem o
acúmulo de gordura. As fi bras são fundamentais para o bom funcionamento do intestino, aumento da saciedade e redução do colesterol, além de favorecerem
a diminuição do peso corporal. Ou seja, trazem uma série de benefícios à saúde que se refl ete em ganhos estéticos.

Quanto às gorduras, os Triglicerídeos de Cadeia Média (TCM) são amplamente utilizados por praticantes de esportes. O objetivo da suplementação
de TCM é aumentar a utilização dos ácidos graxos livres como fonte de energia, poupando assim os estoques corporais de glicogênio.
Eles possuem velocidade de oxidação similar a dos carboidratos, mas, por serem lipídios, fornecem uma quantidade de energia maior
quando oxidados, sendo interessante especialmente após a prática de exercícios. É fato conhecido que atletas, especialmente aqueles envolvidos
em treinamentos intensos, podem produzir radicais livres em excesso, além de apresentarem um sistema imunológico defi ciente. Por
isso, outros nutrientes que vemos com frequência nas barras de proteínas são as vitaminas e minerais, graças à sua ação antioxidante e papel
na melhora do sistema imunológico. O equilíbrio entre todos esses ingredientes é responsável pela qualidade de uma barra proteica. É
importante também saber identificar o tipo de adoçante utilizado na barra. Um dos mais comuns atualmente é a sucralose, um derivado
de açúcar, tão doce quanto, massem nenhuma caloria. Outros fatores também infl uenciam na escolha de uma barra, como tamanho e quantidade de nutrientes.
Barras maiores geralmente possuem maior quantidade de proteínas, carboidratos e fi bras que barras menores, trazendo geralmente mais
saciedade e se aproximando mais de uma refeição. As barras proteicas são bastante versáteis e podem ser consumidas em qualquer momento do
dia, de acordo com a necessidade do indivíduo.

Existem muitas opções no mercado, escolha a de sua preferência sempre atento à tabela nutricional e ingredientes e bom apetite!

Fonte: REVISTA SUPLEMENTAÇÃO - ANO 09 - EDIÇÃO 44

Imprimir Enviar por email
  • Banner
  • Banner
  • Banner