Matérias

12 de de 2017

Saiba qual é a melhor forma de consumir e aproveitar os benefícios da fruta guaraná

Nutricionista recomenda misturar guaraná em pó a vitaminas, sucos e frutas, e ingerir antes das 17h para não atrapalhar o sono

Saiba qual é a melhor forma de consumir e aproveitar os benefícios da fruta guaraná

Devido à alta concentração de cafeína, o ideal é que o consumo diário de guaraná em pó varie entre 0,5g e 2g, o que corresponde à média de 1 a 4 colheres de café.

Segundo a agência de pesquisa Euromonitor, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de vendas de alimentos saudáveis. O dado indica que, consequentemente, a busca por conhecimento também aumentou. O guaraná, por exemplo, antes visto como uma fruta exótica e exclusiva da Amazônia, ganhou popularidade devido às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. No entanto, diferente de outras frutas e alimentos saudáveis, a forma de consumi-la ainda não é tão conhecida. Afinal, é possível ingerir a fruta pura ou utilizá-la em receitas da mesma forma que outras mais tradicionais como a maçã e a banana? Existe alguma contraindicação?

A nutricionista Clarissa Fujiwara, Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo, esclarece que a melhor forma de consumo é o guaraná em pó.  Entre as inúmeras reações causadas ao corpo humano, a fruta funciona principalmente como estimulante para o sistema nervoso central, reduzindo a percepção de fadiga e aumentando a capacidade de concentração e raciocínio. Por esse motivo, ela é muito recomendada para praticantes de atividades físicas e jovens estudantes.

Devido à alta concentração de cafeína, o ideal é que o consumo diário de guaraná em pó varie entre 0,5g e 2g, o que corresponde à média de 1 a 4 colheres de café. A dica é sempre misturar com bebidas e alimentos de sabor mais adocicado, como vitaminas, iogurtes, sucos e frutas. Outra recomendação é que o guaraná seja sempre consumido antes das 17h para garantir uma boa qualidade de sono. Afinal, o extrato da fruta em pó pode apresentar teor de cafeína até 4 vezes maior que o café.

A propriedade estimulante é apenas uma das características benéficas à saúde que essa fruta tradicionalmente brasileira carrega. Estudos indicam que o guaraná também causa efeitos positivos na redução do colesterol, na inibição da proliferação de células tumorais e tem ação anti-inflamatória e antioxidante em diversas moléculas, entre outros benefícios. Apesar de mais pesquisas serem necessárias, isso significa que tais propriedades poderiam auxiliar no combate de doenças como diabetes, câncer, artrite reumatoide, colite ulcerativa e psoríase.

Além de seguir as recomendações de consumo, a nutricionista Clarissa Fujiwara ressalta a importância do acompanhamento médico, já que cada indivíduo possui condições de saúde específicas. Dessa forma, as reações aos componentes do guaraná podem variar. Como a quantidade de ingestão diária recomendada é relativamente baixa, o guaraná em pó, nesses casos, funciona mais como complemento a outras práticas preventivas, potencializando os efeitos positivos de uma alimentação balanceada e um estilo de vida saudável.

 

Fonte: Clarissa Fujiwara

Imprimir Enviar por email
  • Banner
  • Banner
  • Banner